Capitais Imperiais

Viena, Bratislava, Budapeste, Praga, Wadowice, Cracóvia, Auschwitz, Czestochowa, Varsóvia e Berlim.

Roteiro - €€ ?

Saídas em 2018: 07/03 e 21/03/2018.

 

Roteiro – Dia a Dia

 

1º Dia – Chegada a Viena

Chegada no aeroporto de Viena, recepção e traslado para o hotel. Primeiros contatos com esta cidade que é a capital da música e inspiradora de compositores como Strauss, Schubert e Mozart. A sua posição geográfica no coração da Europa lhe permitiu o contato com as três civilizações européias mais importantes – Latina, Eslava e Germânica – e hoje é considerada a capital da cultura do centro da Europa. Hospedagem.

2º Dia – Viena

Após o café da manhã, visita desta encantadora cidade que foi capital do antigo e poderoso Império Austro-Húngaro. Percorreremos a Ringstrasse, verdadeiro museu a céu aberto, com um impressionante conjunto de monumentos, tais como a Ópera, o Palácio Imperial, o Parlamento, a Prefeitura e a Igreja Votiva. Visita dos jardins do Palácio de Belvedere. Tarde livre. Possibilidade de participar em uma excursão opcional com visita ao interior da magnífica Ópera, construída no séc. XIX, e à Torre Giratória de onde se tem uma vista espetacular do Rio Danúbio e das suas praias ou fazer um passeio a pé pela famosa Kärtnerstrasse, rua de pedestres no coração de Viena ou pela Rua Graben, com as suas lojas e cafés sofisticados. Hospedagem. Para esta noite, sugerimos assistir a um concerto de valsas (opcional).

3º Dia – Viena / Bratislava / Budapeste

Após o café da manhã, viagem pela auto-estrada para entrar na Eslováquia, país que juntamente com a República Tcheca formava a Tchecoslováquia. A sua bela capital, Bratislava, está situada nas margens do rio Danúbio. Tempo livre para passear e almoçar. Continuação da viagem e entrada na Hungria. Chegada a Budapeste e hospedagem. Uma elegante capital européia, também conhecida como a “Pérola do Danúbio” é formada pela fusão de duas cidades que são como a cara e a coroa de uma mesma moeda e formam juntas a capital da Hungria. A primeira face, Buda, erguida desde os tempos da Idade Média sobre as colinas sobranceiras ao Danúbio, conserva os testemunhos de um passado glorioso feito de castelos, igrejas e palácios; o verso da moeda, Peste, mais moderna e traçada a régua e esquadro numa superfície plana, é a área comercial e de entretenimento por excelência. À noite, possibilidade de fazer um passeio pela cidade iluminada (opcional).

4º Dia – Budapeste

Após o café da manhã, visita da cidade percorrendo os pontos de maior interesse turístico, com destaque para a Praça dos Heróis (praça monumental construída em 1896 para comemorar o primeiro milênio da fundação da nação húngara), o Parlamento (construção neo-gótica do séc. XIX), a Ponte das Correntes (que liga Peste a Buda), o Palácio Real (antiga residência dos monarcas húngaros). Passeio a pé pelo Bairro do Castelo, no coração de Buda até o Bastião dos Pescadores (construído sobre o antigo mercado do peixe e de onde se obtêm magníficas perspectivas sobre o Danúbio); Igreja do Rei Matias (lugar das coroações reais no séc. XIX). Como opcional, sugerimos um cruzeiro no rio Danúbio com almoço buffet incluído e entrada no Parlamento (sempre que não haja sessões parlamentares). Para esta noite a sugestão é um jantar em um requintado restaurante de belcanto (opcional). Hospedagem.

5º Dia – Budapeste / Praga

Café da manhã. Em hora a combinar, prosseguimento da viagem e, após uma breve travessia da Eslováquia, entrada na República Checa, pela região da Morávia do Sul. Passaremos do lado de Brno, importante cidade universitária, onde trabalhou Gregor Mendel no séc. XIX, o “pai” da genética. Foi ainda perto nos arredores desta cidade que se travou em 1805 a importante Batalha de Austerlitz, com vitória de Napoleão Bonaparte. Continuação pela Boêmia até a belíssima cidade de Praga, uma das capitais mais lindas da Europa, onde a harmonia da sua arquitetura se completa com a beleza das suas praças, jardins, monumentos, igrejas e palácios. Ao contrário de outras cidades da Europa Central, que foram praticamente destruídas pelos bombardeios durante a II Guerra Mundial, Praga escapou quase intacta, sendo hoje um autêntico museu onde está bem patente a sua história de mais de mil anos. Hospedagem.

6º Dia – Praga

Café da manhã e visita desta bela cidade. Conhecida como a “Cidade de Ouro” ou a “Cidade das Cem Torres”, Praga, ocupando sete colinas nas margens do Rio Moldava, no coração da região da Boêmia, foi fundada no séc. IX. Durante o passeio a pé, daremos especial destaque ao Castelo de Praga (antiga residência dos reis da Boêmia), com a Catedral de São Vito e, passando pela Igreja de São Nicolau, entrada na Igreja do Menino Jesus de Praga (com a sua pequena imagem milagrosa). Continuação pela Ponte Carlos (a mais famosa de todas as pontes da cidade, construída em 1357 e embelezada com estátuas dos séc. XVIII e XIX), pela Praça da Cidade Velha e pela Prefeitura (com o seu relógio astronômico de 1410. Tarde livre. Sugerimos aproveitar o tempo para compras ou continuar conhecendo esta espetacular cidade: o Bairro Judeu de Josefov (com a Sinagoga Staronova, a mais antiga da Europa), a Igreja gótica de Santa Maria de Tyn, a Universidade de Carlos (fundada em 1348), os museus, as lojas de cristais da Boêmia (considerados dos melhores do mundo). À noite, possibilidade de assistir a um espetáculo de Teatro Negro e jantar em um dos elegantes restaurantes “Art Deco” da cidade (opcional). Hospedagem.

7º Dia – Praga

Café da manhã. Dia livre nesta cidade, muito peculiar, que é própria para ser conhecida a pé. Sugerimos um passeio visitando a Igreja de Nossa Senhora do Loreto com o seu fabuloso tesouro de ouro e diamantes, a Rua do Ouro, onde viveu Franz Kafka, a Basílica de S. Jorge e os jardins do Palácio de Wallenstein (opcional). Poderá também assistir a um concerto nas muitas igrejas de Praga. Hospedagem.

8º Dia – Praga / Wadowice / Cracóvia

Após o café da manhã, continuação da viagem passando junto a Brno, capital da Morávia e segunda maior cidade do país. Continuação até à fronteira. Tempo livre para almoço e entrada na Polônia. Na parte da tarde, chegaremos em Wadowice, terra natal do Papa João Paulo II. Tempo livre. Continuação para Cracóvia, uma das mais belas cidades da Europa Central e antiga capital da Polônia. Hospedagem.

9º Dia – Cracóvia

Café da manhã. Possibilidade de participar numa excursão opcional às antigas Minas de Sal de Wieliczka, tombadas pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade e famosas pelos seus lagos subterrâneos e galerias repletas de estátuas esculpidas em sal. No meio da manhã, visita de Cracóvia, centro cultural e histórico do País, localizada nas margens do rio Vistula, com destaque para o “Monte Wawel” com seu Castelo, a Catedral (entrada) e para a Praça do Mercado, uma das maiores da Europa. Tarde livre, em que poderá desfrutar desta praça, onde se vende âmbar e todo o tipo de artesanato, e visitar a Igreja de Santa Maria, com o seu famoso altar gótico em madeira. Esta noite poderá participar de um jantar típico com música polonesa (opcional). Hospedagem.

10º Dia – Cracóvia / Auschwitz / Czestochowa / Varsóvia

Após o café da manhã, viagem até à pequena cidade de Auschwitz, onde se situa o antigo campo de concentração, cujos pavilhões, agora transformados em museu, são um impressionante testemunho do Holocausto. Após visita, continuação para Czestochowa, capital religiosa da Polônia e um dos mais importantes santuários de devoção mariana no mundo, juntamente com Fátima e Lourdes. Visita ao Santuário de Jasna Gora onde se encontra a famosa pintura da “Virgem Negra”, padroeira da Polônia, a quem são atribuídos inúmeros milagres. Continuação para Varsóvia, a capital polonesa duramente atingida durante a II Grande Guerra Mundial, mas que renasceu das suas ruínas. Hospedagem.

11º Dia – Varsóvia

Café da manhã. Visita panorâmica da cidade, com destaque para o Palácio da Ciência e da Cultura, o Parque Lazienkowski (com o monumento a Chopin), a Estrada Real, com os seus belos palácios, residências aristocráticas, estátuas e igrejas antigas, e o centro histórico, totalmente reconstruído depois da II Guerra Mundial, terminando na Praça da Sereia. Tarde livre para compras ou visitas a gosto pessoal. Ao final do dia, possibilidade de assistir a um concerto de música de Chopin (opcional). Hospedagem.

12º Dia – Varsóvia / Berlim

Depois do café da manhã, viagem através da região da “grande Polônia”, berço da nação polonesa. Travessia da ponte sobre o rio Oder, na fronteira polonesa-alemã, para Berlim. Esta cidade é símbolo da reunificação alemã e foi palco de inúmeros acontecimentos mundiais. Destruída pela II Guerra Mundial, Berlim é hoje a capital da Alemanha. Foi fundada há 800 anos, quando eslavos e, mais tarde, teutões se estabeleceram no que era então uma passagem pantanosa do Rio Spree. Após a derrota de Hitler em 1945, Berlim acabou sendo dividida entre as quatro potências aliadas e,mais tarde, a parte oriental da cidade passou a ser a capital da República Democrática Alemã. Em consequência da queda do Muro, Berlim voltou a ser a capital da Alemanha reunificada em 1990. Para a noite, sugerimos um passeio para visitar os centros da vida noturna de Berlim, o novo e o antigo – a Postdamer Platz e o bairro judeu (opcional). Hospedagem.

13º Dia – Berlim

Café da manhã e visita da cidade, com destaque para os seus principais monumentos, avenidas e praças, tais como: Alexanderplatz (coração da antiga Berlim Leste), e partes do famoso Muro de Berlim (construído pelos alemães de Leste, que separava não só as duas cidades, como todo um sistema econômico e político). Passaremos ainda pelas catedrais Protestante e Católica, a ilha dos Museus, com a Galeria Nacional e o Museu Pergamon, a avenida Unter den Linden, principal artéria de Berlim Leste ao longo da qual se erguem vários imponentes edifícios, entre os quais a Universidade Humboldt, o Teatro da Ópera, Portas de Brandenburgo (arco triunfal erguido no séc. XVIII) e o Reichstag (atual parlamento alemão recentemente restaurado). A Kurfürstendamm, na parte ocidental, descrita pelo romancista americano Thomas Wolf como “o café mais comprido da Europa”, é o centro de comércio e entretenimento da cidade. Pela tarde, sugerimos participar de uma excursão opcional a Potsdam, cidade palaciana, símbolo do poder da Prússia, onde em 1945 se encontraram Truman, Stalin e Churchill, para assinar o famoso “Tratado de Potsdam”. Visita de um dos palácios imperiais (entrada). Seguidamente faremos um passeio pelos magníficos jardins do Palácio de Sanssouci, mandado construir por Frederico II. Hospedagem.

14º Dia – Berlim

Estadia em regime de hospedagem e café da manhã. Dia livre para visitas de gosto pessoal. Sugerimos conhecer a Ilha dos Museus, a Torre Alexander (café-restaurante giratório), fazer um passeio de barco no rio Spree, ou uma compra no KDW ou nas Galerias Lafayette.

15º Dia – Saída de Berlim

Os serviços do hotel terminam com o café da manhã (o quarto poderá continuar ocupado até às 10 ou 12 horas, conforme as normas de cada hotel). Tempo livre até a hora do traslado ao aeroporto. Feliz viagem de regresso.

COMPARTILHE:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on Tumblr

Serviços

Inclui:

14 Cafés da manhã buffet;
Circuito em ônibus de turismo;
Traslado de chegada e saída;
Estadia em quartos duplos nos hotéis mencionados;
Taxas hoteleiras e de serviço;
Serviço de bagageiros nos hotéis (1 mala por pessoa);
Acompanhamento durante todo o circuito, por um guia falando português;
Visitas de Cidade incluidas com Guia Local: Viena, Budapeste, Praga, Cracóvia, Auschwitz, Czestochowa (santuário), Varsóvia e Berlim;
Outras cidades e Locais comentados pelo nosso Guia: Bratislava e Wadowice;
Entradas em museus e monumentos de acordo com o itinerário: Jardins do Palácio de Belvedere, Igreja do Menino Jesus de Praga, Catedral de Cracóvia, Museu de Auschwitz, Santuário de Czestochowa.

 

Não Inclui:

Tudo o que não estiver devidamente especificado como “Serviços Incluídos”.

 

AB